Fina Flor



Fina Flor

Allan Garrido

Nas belas paisagens e na cor que se anima
O sol esquenta e espalha a intensidade
E o tom amarelo e quente que ilumina
Traz as cores e alegra com vivacidade



Fita no horizonte de azul tranquilo
Sem tempestade, sem cinza sem nada
Dorme coração imenso como o rio nilo
Descansa da extensa batalha revelada



As nuvens se foram há tanto tempo
Reza agora a cartilha do amor
Onde antes não nascia nada
Cresce e embeleza a fina flor



E minh'alma vigora e engrandece
És o cântigo que mais se ouve
Tão belo quanto o voar de liberdade
Tilintando no ar de intensa divindade

Comentários