Eterna Valsa



Eterna Valsa
Allan Garrido

E como uma eterna valsa
Amor se fez canção
Tocando de novo o coração
A se unir de vez aos sentimentos
A luz acalmando os tormentos


Do turbilhão que se fez
Agora só sorriso se faz
A glória do amor límpido e a paz
Que não se compraz na tirania
Que só traz alegria


E dias melhores que virão
Que só mesmo a junção
De dois corações que batem juntos
Não se desunirão jamais


Meu coração junto ao teu
De amor ele eternece
E nunca  se esquece
De quem te ama demais

Comentários