Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Still Shine......

Imagem
Still Shine

Allan Garrido

Você ainda
Continua a brilhar
No teu olhar
Assim conectado
Largado em mim
Sem vacilo
Me entrego
Em teus braços
E me deixo sonhar
Alcançar
O mais claro dos brilhos
Que tange o teu olhar
Você ainda
Continua a brilhar
Nos becos mais escuros
Nas ruelas desertas
Você continua a brilhar
No mais puro
Que parece ser
O significado
De amar

As Armas...

Imagem
As Armas

Allan Garrido

Não é só
A arma física
Que causa destruição
Existem outras armas
Que também nos trazem
Dor e aflição

As armas em questão

são:

Arma psicológica
também causa comoção

Arma dá fome
Que da tiros de desesperança

A arma da ignorância
Que mata o entendimento

A arma do preconceito
Que nos afasta como irmãos

Não é só a arma de fogo
Que mata demais

Todas elas em conjunto
Tiram a nossa paz

Hoje eu Quero....

Imagem
Hoje eu Quero

Allan Garrido


Hoje eu quero
Mudar o mundo
Acordei com gana
Fama e tudo mais
Quero conquistar
O paraíso
Por que a Terra
Já ficou pra trás
Quero pegar o universo
Testar o ínfimo da lua
Quebrar o recorde
E ir até Marte
Deixar o sol ali
Encoberto de saudade
Quero devorar
Com muita vontade
E dizer sem hesitar
Que vivo pra brilhar
Com muito amor
E sem vaidade

Hoje eu quero...

Inexplicável

Imagem
Inexplicável
Allan Garrido
Inexplicável foi o jeito Que você chegou E reorganizou Tudo o que estava Bagunçado Aqui dentro Entrou, sentou E fez longa morada No vale Dos meus Pensamentos Invadiu meu ser E com seu modo de ter Me pegou Ali na estrada Onde meu coração Caminhava Quieto, Perene, Sentindo um vazio E um nada Inexplicável é ver Como o sol Pode nascer Do seu belo sorriso Que amanhecer!

Vã Inocência

Imagem
Vã Inocência

Allan Garrido

Extasiado não se desfaz
A loucura tua que me apras
Traga-me logo teus beijos em minha boca
Arrepio quente que deixa louca

São molhados e quentes salivar
É de propósito pra não deixar
Escapar o manjar dos deuses
Ah! douda sina de te amar

Na vã inocência perdida
Entre os olhares derretida
Escorre o mel do amor perfeito
Distante estava

Vem ,agora, e deita no meu peito!!

Série Crônicas - Saia do Armário

Imagem
Saia  do  Armário Allan Garrido
Saia do armário você também, seja autêntico e sincero, não seja como todo mundo, seja você. Apenas você e sua individualidade, personalidade são marcas registradas e patenteadas que só você as possui. Saia do armário da mediocridade, do convencionalismo, da regra ditada seja você ser supremo, autêntico e sincero guiado pelas mãos do invisível. Não se preocupe com que vão achar, do que vai se pensar.... saia do armário, e deixe lá preconceitos, argumentos  arbitrários contrários à tudo que se refira à você. Lembre-se que a pessoa que julga não conhece teu íntimo por isso não se esconda.... Saia do armário e encare o mundo com leveza e olhar sempre à frente não recue e nem retroceda um só minuto, se caiu.. levante , ande, não deixe que roubem sua dignidade a ponto de que a verdade seja encoberta. Não seja cordeiro comandado de pessoas que infelizmente possuem a visão estreita de coisas que você enxerga lá longe. Alcance o horizonte, pegue-o, segure-o, tatei-o …

Oh!!Lua.....

Imagem
Oh! Lua....
Allan Garrido

Tece a lua oh! saudosa majestade
Da tua forma e tua intensa luz que invade
Das linhas e traços lhe faz serena
És rainha do céu de claridade plena

És belo ver o teu bailar
Inspira-te os homens à cantar
Das canções lhe fazer serenata
Bela, como é bela me arrebata

Oh! musa tu és uma sinfonia
Aos saudosos uma bela companhia
Aos românticos uma bela inspiração
E aos músicos uma linda canção

Pássaros a Cantar

Imagem
Pássaros a Cantar

Allan Garrido

Pássaros a cantar
Lindo observar
O vôo e o leve pousar

Ah!! pássaros a encantar
E daqui ficamos a suspirar
Com teu jeito de nos ninar

Ah!! pássaros a nos contar
Leve teu lindo assobiar
Pelo mundo à alegrar

Pássaros mestres do ar
Extasia e nos faz desejar
E nos teus acordes amar e amar

Dê....

Imagem
"Dê ao dia à tonalidade da cor que desejar..." 
Allan Garrido

A Mente...

Imagem
"A mente que permanece sã, faz o corpo todo trabalhar"Allan Garrido

Bem Aventurada....

Imagem
Caros amigos como irei viajar amanhã e só voltarei na segunda, e não terei internet!!! deixo uma singela poesia sobre a páscoa, feliz páscoa meus irmãos!!!

Bem Aventurada....

Allan Garrido


Bem aventurada seja essa páscoa
Que todos sejam abençoados
E tenham teus nomes lembrados
No coração de nosso cristo senhor

Que com louvor possam relfetir
E logo poder avaliar e sentir
Que todos nós somos irmãos
Devemos repartir nosso pão

Na caminhada da fé e do ideal
Sermos mais amigos de um ideal
E não ficar somente na comemoração
É levantar da cadeira, da mesa e do chão

E levarmos uma ajuda de fé e paz
Com o coração aberto e cheio de luz
Sendo ele o guia que nos conduz
Ao laço forte de amor e caridade que não se desfaz

Mesmo que ninguém me leia.....

Imagem
‎"Mesmo que ninguém me leia tenho minhas palavras jogadas ao vento..."Allan Garrido

Bom dia..

Imagem
" Um bom dia inspirado
 Com um beijo estalado
 De muito amor e
 Sabedoria..."

 Bom Dia

Poeta Allan Garrido

Refletir Sempre

Imagem
Refletir Sempre
Por Allan Garrido

Sempre é bom refletir
Para  enxergar  o horizonte
Ir até mesmo onde a visão não alcança
Refletir sobre o estado de espírito
Refletir no momento pelo qual está passando
Se é melhor ,ou não, mudar um pouco os planos
Refletir sobre aquela atitude tomada anteriormente
É sempre bom estar em comunhão com teus pensamentos
E das experiências vividas tirar belo proveito
É bom refletir, para que possa tirar da vida
O que de melhor ela pode dar
Refletir sempre antes de caminhar

Série Crônicas - O Pote de Ouro

Imagem
Crônica dedicada à Homero Lopes Garrido e Sônia Paulina Ferreira Garrido meus gloriosos pais, que ensinaram a trilhar o caminho do bem e da espiritualidade de do amor ao próximo desde de sempre.
O Pote de Ouro por Allan Garrido
Atrás da perdida montanha vivia um menininho seu nome era João, seu sonho era descobrir o pote de ouro. Ele sempre ouvia dos mais velhos que atrás da montanha havia um esconderijo e que logo ali estaria localizado o pote precioso de ouro. Quem o encontrasse estaria plenamente rico,  sua vida transformada e nunca mais teria problemas de passar fome, frio, ou seja lá o que for que a falta do ouro trouxesse. Aquilo ressabiava , João,  em busca de respostas ele saiu, correu o vilarejo à procura de alguém que pudesse melhor informar sobre essa lenda e queria mesmo saber se realmente era um conto apenas ou se era a mais pura verdade. E la foi ele procurar, consultar livros, os anciãos em busca daquilo que seria a riqueza completa!!! De tanto andar acabou por se deparar c…