Por Você


Por Você
(Poeta Allan Garrido)

As ruas desta cidade
Não se encontra facilmente
Nem nas mulheres com sua vaidade
Nem nos sonetos que correm livremente


Aqui encontrei o sossêgo procurado
De mansinho você chegou e disse a que veio
E pegou meu coração por inteiro
Sinto-me muito amado com você ao meu lado


Como pudera imaginar 
Que você fosse chegar
Que por você milhas e milhas caminhei
Andei e como andei...


Se por mares outrora navegados
Meu barco insiste em teimar
Querendo ver onde irá terminar
Nossos beijos tão amados


Espero que nessa embarcação
A bússola que nos orienta quebre
Amor estou ardendo de febre
Um ardor quem embala feito canção


Nas notas musicais imagino
Aquela valsa e nós dois colados rosto a rosto
Sem ódio, sem raiva e nem desgosto
De tanta alegria me sinto um menino


Aquele que imagina sempre voar
Mas não vê tuas asas brotar
Agora trazendo pro futuro
Me sinto mais seguro


Pois não se precisa voar
Basta em ti eu me embalar
E juntos iremos ao infinito
Amar e amar que bonito


Comentários