Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

Era Certo

Imagem
Era Certo  Poeta Allan Garrido
Era certo que um dia você chegaria E assim viria roubar meu coração Era certo que uma hora você pousasse Das nuvens brancas e aqui repousasse Encontrando seu verdadeiro ninho de amor Era certo que se aconchegaria E tão logo sorriria No encontro esperado de dois corpos  No encontro de duas almas que se amam demais E não olharemos mais pra trás Pois era certo que teu corpo se encaixaria  E juntos viveremos uma bela melodia  Do teu céu estrelas caíram  Vieram te procurar rainha estelar Pois ousaram um dia levar O luar que de ti emana  Do teu olhar luzes iluminam O meu peito esta totalmente aberto Pois sabe que esse amor é certo Tão logo se encerre o dia e a noite venha Quero ter você e ainda temos muito o que fazer Era certo que precisava te ter Pra colocar aqui perto de mim Pra fazer a flor tão linda nascer assim Pra amarmos tanto que nunca terá fim Pra ser um romance tão bonito Feito os astros quando dançam no universo É assim que me sinto nesse amor que é certo Feito os peixes a vals…

Jeito de Amar

Imagem
Não existe nada  Que possa comparar Ao teu vôo de fada Ao teu jeito de amar

Nada mais perfeito Do que estar ao seu lado Te trazer aqui no meu peito E me sentir bem amado

Às vezes acho que estou sonhando Acordo e vejo que é verdadeiro Estamos mesmo nos amando Somos um só, únicos e por inteiro
Poeta Allan Garrido

Minha Certeza

Imagem
Minha Certeza Poeta Allan Garrido
As vestes da luz solar Nem ousa copiar O teu encanto angelical Teu semblante jovial
Nem a lua com tua beleza Não chega nem perto Do nosso amor tão certo Você é toda minha certeza
As vezes o mar Tenta imitar O teu bailar O teu caminhar
Mas não consegue Nem perto chegar E vida que segue A enfeitar

Série Vídeos - Julio Iglesias - Devaneios

Imagem

Estava escrito...

Imagem
Estava escrito assim Nos moldes do teu ser Dos anjos querubim No amor ao nascer
Estava escrito assim Nas asas de um beija-flor Na paixão que chegou em mim Na ânsia e febre de amor
Estava escrito assim No quadro de carinho Você dizendo sim E correndo pro meu ninho
Estava escrito assim Que talvez foste embora E me deixarias enfim E que o sol não sairia na aurora
Estava escrito assim Nas linhas do meu sentimento Que naquele jardim Você é meu complemento
Estava escrito assim Que toda minha inspiração Com cor de jasmim Vira uma canção
Estava escrito assim Que você é a estrela maior Meu início e meu fim O resto eu sei decor
Poeta Allan Garrido

Meu Bem Querer

Imagem
Meu bem querer Poeta Allan Garrido
De tanto querer Transmutaste meu ser  E agora na loucura Com muita  ternura


Me deixo envolver Meu bem querer Bom mesmo é chegar E ter onde voltar


Por que:


Teus braços são meu guia Teus olhos meu paraíso Teu colo meu ninho Onde me aconchego  E me ilumino no teu sorriso


Por que:


Tua boca é a coisa mais linda Que nunca acaba e nem finda Nem mesmo quando vai embora O sabor estonteante não se joga fora


Por que:


Minh'alma precisa da tua Feito o mar e a lua  Feito um casal apaixonado Com seus beijos estrelados


Necessito repousar  Pois ja percorri longo caminho Correr e te abraçar me deitar  E assim me enlaçar


Amor corra largue tudo  Vamos fugir agora  Não se importe lá fora Tenho muito amor pra dar


Quero mesmo é transbordar Esse sentimento que jorra Explode em luz e melodia Meu amor por você me vicia


Nem sonetos nem nada vão te dizer Que eu te amo demais  Meu bem querer Não se preocupe e não se intrigue


Não tem como separar Meu coração que ficou colado Sentindo-se bem amado No doce verbo de amar

Por Você

Imagem
Por Você (Poeta Allan Garrido)
As ruas desta cidade Não se encontra facilmente Nem nas mulheres com sua vaidade Nem nos sonetos que correm livremente

Aqui encontrei o sossêgo procurado De mansinho você chegou e disse a que veio E pegou meu coração por inteiro Sinto-me muito amado com você ao meu lado

Como pudera imaginar  Que você fosse chegar Que por você milhas e milhas caminhei Andei e como andei...

Se por mares outrora navegados Meu barco insiste em teimar Querendo ver onde irá terminar Nossos beijos tão amados

Espero que nessa embarcação A bússola que nos orienta quebre Amor estou ardendo de febre Um ardor quem embala feito canção

Nas notas musicais imagino Aquela valsa e nós dois colados rosto a rosto Sem ódio, sem raiva e nem desgosto De tanta alegria me sinto um menino

Aquele que imagina sempre voar Mas não vê tuas asas brotar Agora trazendo pro futuro Me sinto mais seguro

Pois não se precisa voar Basta em ti eu me embalar E juntos iremos ao infinito Amar e amar que bonito