Soneto que tudo Finda


Soneto que tudo finda
Você é tão linda
O encontro tão certo
Já cedo me desperto

E topo com seu olhar
Nem quero desviar
É o caminho que vou seguir
E lá irei sumir

E reencontrarei no teu abraço
Deitar no teu regaço
E colorir meu álbum de pintura
Te agarrar pela cintura

Voar feito passarinho
E correr de volta pro teu ninho
Aconchegado sei que ficarei
Sentido coroado feito rei

Comentários