Série Artigos - A televisão e a cultura no Brasil



Por Allan Garrido

É fato de que o que se assiste nos canais televisivos, principalmente, aqui no Brasil esta abaixo do que uma programação confiável e instrutiva deveria ser. Vemos programas apelativos, sangue escorrendo em novelas, séries e até mesmo em desenhos. Não existe em nenhum momento nas grades programacionais algo em  que relate a cultura.
Programas educativos ficam realmente exclusivos de canais como à tevê Cultura, canal aberto, Futura, canal fechado, apenas para citar os mais conhecidos. Esses dias passando da sala para o meu local de trabalho, deparei com algo assustador, diálogo de um dos desenhos que meus sobrinhos estavam assistindo:
- Ei seu imbecil coloque no lugar certo aquele livro
- Ou você coloca agora, ou senão irei te matarrrr
Pasmem senhores! Desenho para crianças e olha o incentivo a violência, a baixa cultura, abordando xingamentos, em plena luz do dia. Como é que poderemos moldar a nossa sociedade se já desde cedo nossos infantes estão sendo acostumados à esse tipo de comportamento? Como é que poderemos chegar ao nível cultural de países como:França, Noruega, Dinamarca e Alemanha, se importamos o que de pior existe nesses países?
A resposta é a mesma de sempre, se você colocar algo em nível alto em se tratando de cultura o povo não assistirá e logo procurará outro canal para assistir e enfim alimentar a fome de ver a desgraça alheia na televisão. O que programas como os reality shows trazem de benefícios para os telespectadores? Corpos expostos na vitrine lembrando um belo açougue, mulheres semi-nuas, homens sarados e crianças cultuando-os, como se os mesmos tivessem realizado algo de que se orgulhar.
Olha do jeito que a carruagem anda, não será difícil que em pouco tempo os bravos heróis, líderes e pensadores seja substituído por alguém desse naipe. Já pensou que em algum tempo ao abrir os livros de história, você venha a se deparar com a figura de algum vencedor desses famigerados programas?

- Professora diz:
- Quem foi o vencedor do reality show no ano de 2009?
Aluno há de responder certo, pois, caso contrário reprovará com veemência.
Claro que a projeção abordada nesse artigo sobe por vezes ao imaginário, mas fato é que se não houver maiores incentivos por parte do governo, incentivos fiscais e leis que agreguem e apoie a cultura nesse país seremos nau sem rumo à navegar no ocenao de imbecilidades.

Comentários