Série Artigos - O Gosto pela Leitura




Por Allan Garrido

A  infância, como sabido, é uma das melhores épocas da nossa vida, se não for a melhor. Descobertas, sentir, expressar um mundo descortina à nossas retinas , cheio de novidades e a criança explora esse universo como um voraz desbravador querendo encontrar seu verdadeiro norte. E nela também que despertamos gostos e paixões e que muitas delas ficaram tatuadas nas nossas apreciações moldando nosso gostar pelo resto de nossas vidas.

O  gosto pela leitura é um leque que se abre nessa fase tão especial de nossas vidas. Incentivos por parte dos pais e parentes são fatores essenciais para que tomemos gosto pelas letras. Gibis, livrinhos infantis tudo se torna um fator preponderante para que o infante assuma seu desejo de ler. Quanto mais se lê mais vontade, ao longo do tempo, se desenvolve, projetos por parte do governo para as crianças menos favorecidas também é um farol a clarear as idéias.

Todo país que lê, que estuda e pensa luta pelos seus direitos. Todos que buscam o que lhe cabe por direito melhora o ambiente em que vive. Por isso é tão importante buscarmos argumentos, termos o que e como falar perante quaisquer idéias que fomos defender e esse tesouro só encontramos no baú dos livros da leitura.

Felizmente segundo recentes pesquisas na área da educação vem nos mostrando que Freqüentam diariamente a escola entre alunos e professores um terço dos brasileiros.São mais de 2,5 milhões de professores e 53 milhões de estudantes matriculados em todos os níveis de ensino. Um crescimento no nível de escolaridade do povo brasileiro, fator considerado de extrema importância para a melhoria do desenvolvimento de nosso país
.
Outra pesquisa realizada pela PNAD e o IBGE nos retrata uma queda no índice de analfabetismo em nosso país nos últimos dez anos ( 1992 à 2002 ). Em 1992, o númeor de analfabetos era de 16,4% da população. O mesmo índice caiu para 10,9% em 2002 e para 10% em 2008. Considerando tais números e a imensidão do nosso território, bem como o tamanho de sua população  são ainda números expressivos. Mas a crescente queda da taxa é um sopro animador para os nosso ouvidos.

A queda no índice de repetência escolar, tem caído nos últimos anos. O que isso significa? A repetência acaba por ceifar nossos jovens das escolas. Mas felizmente o quadro tem se revertido pois  com a reforma no ensino que esta valorizando cada vez mais o aluno e dando maiores oportunidades de recuperação.A LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação), aprovada em 1996, trouxe um grande avanço no sistema de educação de nosso país. Esta lei visa tornar a escola um espaço de participação social, valorizando a democracia, o respeito, a pluralidade cultural e a formação do cidadão.

Quanto menos analfabetismo maior será o número de pessoas mais lúcidas, maior será a participação da sociedade nas questões políticas. Nas urnas sentiremos o peso de toda essa evolução. Cabe aos órgãos políticos investir ainda mais nas nossas pequenas jóias, o futuro de um grande país passa pelas linhas de um livro, as letras tornam-se poderosas armas contra as bombas da ignorância, por isso vamos despertar desde de cedo o gosto da leitura em nossos infantes, somente assim construiremos um país de homens de bem, um país mais justo





Comentários