Segredos...


Segredos

E de suas mãos tenras e macias
Desceu a mais linda pérola
A enfeitar meu coração apaixonado
Que bate e pulsa, acelerado
A espera de algo que há tempos não acontecia

A entrega do seu peito junto ao meu
O laço perfeito fechando um ciclo de amor
A entrega bendita do teu mais sublime sentimento
Estar em êxtase e aos poucos sentir o perfume da flor

Na região onde tudo isso pulsa e conflita
O bálsamo que tudo lava e escorre
O sabor de uma verdadeira paixão infinita
Que pinta e borda em minah vida colore

Segredos guardados à sete chaves
No cofre escondido do meu coração
É lá que junto com teu amor abençoado
Joguei as chaves e guardei o perdão

Poeta Allan Garrido

Comentários

Postar um comentário