És...( Poeta Allan Garrido)



Eu não posso mais nesse tempo
Ficar sem teu amor
Eu sei errei demais, perdi a noção
Mas te amo tanto paixão

És a flor mais rara de meu peito
Aquela em que quero hoje e sempre
Por favor eu lhe peço nem tente
Fazer com que você daqui saia

És o mesmo que pedir que o cristo mude de lugar
É o mesmo que pedir que amanhã o sol não venha a raiar
Eu sei eu errei contigo demais
Mas tudo que eu quero é apagar o que ficou pra trás

E colorir o nosso livro de pintura
Trazer teu peito ao meu e o coração bater semelhante
Junto junto a cada instante
Quero te levar as raias do amor e da esperança

Sem ti ja não vivo mais
É triste ficar na lembrança
Não quero ferir você amor da minha vida
Quero sim fechar de vez suas feridas

Deixe que outra vez meu coração bata feliz
Não saia assim meu amor por favor
És a bela e linda flor
Quero cultivar e não tirar nem a raíz
Fique fique é o apelo do meu coração o que você me diz?

Poeta Allan Garrido copyright © 2008. todos os direitos reservados.

Comentários