Aquecida...(Poeta Allan Garrido)



Aquecida...


(Poeta Allan Garrido)



Aqueça-me com teu corpo em brasas

Traz o calor que o sol já não me trás mais

Dê-me água mata a minha sede

Me faz levitar , me dê asas



Traz o cálice do teu corpo onde eu bebo

Traz a paz meu amor o meu sossêgo

Faça da noite um recital completo da tua alma

Onde tu me beijas e tudo se acalma



Deixe a água aquecida, pois mais tarde eu volto

Quero entrar nessa banheira e do teu amor embriagar

Da torneira cair sensações , hei de experimentar

Cada gota é um néctar do teu doce olhar

Comentários